BIOMIN Anuncia Parecer Positivo emitido pela SCFCAH para Componentes da linha Mycofix® em Espécies Aviárias

Biomin® BBSH 797 and FUMzyme®Os parecer positivo para FUMzyme® e Biomin® BBSH 797 foi emitido com base em uma série de dados Científicos sobre a segurança e eficácia de ambos os componentes do produto BIOMIN, pela Autoridade Europeia de Segurança Alimentar (European Food Safety Authority – EFSA).

“Os produtores de aves, perus e patos na Europa terão agora, acesso à solução mais tecnologicamente avançada contra micotoxinas,” declarou Ursula Hofstetter, Diretora do Centro de Competência sobre Micotoxinas (Competence Center Mycotoxins) da BIOMIN.

Proteção Absoluta

Mycofix® emprega três modos de ação – biotransformação, absorção e bioproteção – para oferecer proteção absoluta contra micotoxinas. Numerosos ensaios com alimentos demonstraram a habilidade de Mycofix® em degradar ou adorver micotoxinas no trato gastrointestinal das aves.

“Mycofix®representa décadas de pesquisa científica sobre a desativação de micotoxinas e combina as estratégias de mitigação mais modernas disponíveis em todo o mundo,” explicou a Sra. Hofstetter.

“Clientes apreciam o fato de que Mycofix® é cientificamente comprovado, seguro e efetivo. Ele também é único no mercado. Mycofix® é o único produto com 3 autorizações da UE que o classifica legalmente na categoria de desativador de micotoxinas,” acrescentou a Sra. Hofstetter.

O perigo das fumonisinas

As fumonisinas são micotoxinas conhecidas por prejudicar a saúde e desempenho das aves. Uma ´pesquisa recente revelou que a ingestão de fumonisinas em níveis abaixo do valor recomendado pela EU, de 20 partes por milhão, pode causar respostas inflamatórias indesejáveis em frangos. Níveis similares de fumonisinas mostraram aumentar o risco de coccidiose e enterite necrótica em frangos.

Sobre FUMzyme®

FUMzyme® é a primeira enzima purificada, autorizada pela UE, para biotransformar fumonisinas especificamente e irreversivelmente em metabolitos não-tóxicos. O mesmo produto obteve autorização da UE para suínos em 2014.

O perigo dos tricotecenos

Alguns dos efeitos causados pelos tricotecenos (dentro dos quais se encontra o desoxinivalenol) são associados a ingestão reduzida de alimentos e menor ganho de peso. Esses parâmetros afetam a produção de ovos e qualidade da casca do ovo. Adicionalmente os tricotecenos podem causar recusa de alimentos, bandos não homogêneos, saúde intestinal prejudicada, diarreia e fezes pastosas, menor resistência a fatores de estresse ambientais e microbianos e maior susceptibilidade a doenças.

Sobre Biomin® BBSH 797

Biomin® BBSH 797 é o primeiro microrganismo já autorizado na UE que biotransforma tricotecenos em metabólitos não tóxicos. O mesmo recebeu autorização inicial para suínos na UE em 2013.