Digestibilidade é a Razão Principal pela qual os Produtores Pecuários usam Aditivos Alimentares Fitogênicos

Compostos de base vegetal – especificamente óleos essenciais, ervas e especiarias – são conhecidos por ter uma variedade de propriedades biologicamente ativas que podem ser aplicadas à produção animal moderna. Estas incluem efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios, antimicrobianos e de estímulo à digestão.

Além da digestão

“Não há dúvida de que melhorar a digestão é a principal razão para a utilização de AAFs na nutrição animal,” comentou Michael Noonan, Gerente Global da Linha de Produtos Fitogênicos na BIOMIN. “Digestibilidade já era ênfase em 1989, quando Digestarom® foi originalmente lançado — como já está evidente no nome do produto.”

Décadas de pesquisa científica têm melhorado nossa compreensão da aplicação de aditivos alimentares fitogênicos.

“Para um produto como o Digestarom®, é que a ciência está lá. O modo de ação está documentado. Este inclui maior digestibilidade, modulação da microbiota intestinal, proteção intestinal e integridade intestinal. Em última análise, isso significa melhor conversão alimentar. Para os produtores, isso se traduz em maior lucratividade e melhor competitividade nos mercados globais de alimentação.”

A ciência encontra a realidade

Nutricionistas, criadores, proprietários de negócios, veterinários e consultores localizados em mais de 100 países deram sua opinião sobre o uso de aditivos alimentares fitogênicos na pecuária, na recente pesquisa da BIOMIN sobre Aditivos Alimentares Fitogênicos.

Todos estes fatores, o desejo de melhorar a eficiência alimentar, reduzir o uso de antibióticos, reduzir o impacto ambiental e otimizar o desempenho intestinal contribuem para o crescente interesse da indústria em AAFs.

“Sabemos que alguns produtores líder adotaram precocemente o uso de AAFs,” disse o Sr. Noonan. “A compreensão das motivações e benefícios dos AAFs conforme relatado por profissionais em situações de produção da vida real leva a discussão com clientes a um nível completamente novo.” Estamos ansiosos para analisar o feedback e compartilhar os resultados.

Os resultados completos da Pesquisa BIOMIN sobre Aditivos Alimentares Fitogênicos serão publicados em março de 2017.