Resultados regionais da ocorrência mundial de micotoxinas até setembro 2017

A Pesquisa de Micotoxina BIOMIN constitui a pesquisa mais longa e abrangente de seu tipo, utilizando ferramentas analíticas avançadas. Descreve a incidência das principais micotoxinas que ocorrem nas matérias-primas agrícolas, que incluem: aflatoxinas (Afla), zearalenona (ZEN), desoxinivalenol (DON), toxina T-2 (T-2), fumonisinas (FUM) e ocratoxina A (OTA).

A pesquisa concentra-se em componentes que são utilizados para alimentação, como milho, trigo, cevada, arroz, farelo de soja, farinha de glúten de milho, grãos de destiladores secos (DDGS) e silagem, entre outros.

De janeiro a setembro de 2017, realizaram-se 51197 análises sobre 13153 amostras de alimentos acabados e matérias-primas provenientes de 69 países.

Principais ameaças

No geral, o deoxinivalenol e as fumonisinas foram detectados em 78% e 71% de todas as amostras em níveis médios de 769 ppb e 2.221 ppb, respectivamente. De todas as amostras, 49% estão contaminadas por ZEN, enquanto Afla, T-2 e OTA estão presentes em menos de 25% das amostras; 24%, 18% e 20%, respectivamente (Figura 1).

Figura 1. A ocorrência de micotoxinas mundialmente através de Q3 2017. Média de todas as amostras coletadas por BIOMIN.

Co-contaminação

Um total de 94% de todas as amostras continha pelo menos uma micotoxina e 75% de todas as amostras continham duas ou mais micotoxinas (Figura 2).

Figura 2. Co-ocorrência de micotoxinas mundialmente através de Q3 2017.
Média de todas as amostras coletadas por BIOMIN.
Figura 2. Co-ocorrência de micotoxinas mundialmente através de Q3 2017.

Com 4 micotoxinas acima do limite de risco, a Europa enfrenta um alto risco de contaminação. A micotoxina mais prevalente nesta região foi DON, detectada em 72% das amostras, seguida do ZEN, detectado em 52% das amostras. Uma amostra de alimentos acabados da Espanha teve uma concentração máxima de DON de 28.470 ppb e a maior concentração máxima de FUM foi detectada em uma amostra turca (9.972 ppb).

Ásia

Na Ásia, a concentração média de 5 micotoxinas está acima do limite de risco, portanto, esta região enfrenta um grave risco de contaminação. A micotoxina mais prevalente foi FUM, detectada em 82% das amostras, seguida de DON, detectada em 78% das amostras analisadas. Embora a incidência de Afla tenha sido bastante baixa (34% das amostras analisadas contaminadas com esta micotoxina), a concentração média é preocupante e representa uma ameaça para animais e seres humanos.

A concentração média de FUM nesta região representa uma ameaça para porcos e aves. Uma amostra de alimentos acabados da Malásia registrou uma concentração máxima de FUM de 46.515 ppb. A maior concentração de DON foi de 13.206 ppb e foi detectada em uma amostra de farelo de trigo chinês.

América do Norte

A América do Norte enfrenta um alto risco de contaminação por micotoxina com 4 micotoxinas acima do limite de risco. DON e FUM foram as micotoxinas mais prevalentes em amostras de alimento, detectadas em 78% e 60% das amostras, respectivamente. As concentrações médias de FUM e DON nesta região talvez sejam um problema para porcos e aves. As concentrações máximas de DON e FUM foram muito altas nesta região (51.374 e 28.605 ppb, respectivamente).

América do Sul e Central

Essas regiões enfrentam um alto risco de contaminação com concentrações médias de 4 micotoxinas acima do limite de risco. DON é a micotoxina mais alta prevalente e foi encontrada em 84% das amostras, seguidas de FUM e ZEN, identificadas em 77% e 48% das amostras, respectivamente. Afla, T-2 e OTA foram detectadas em 24%, 25% e 4% das amostras, respectivamente. A América do Sul mostra a maior concentração máxima de FUM mundialmente (218.883 ppb) e foi detectada em uma amostra brasileira de milho.

Oriente Médio

Com concentrações médias de 4 micotoxinas acima do limite de risco, o Oriente Médio enfrenta um alto risco de contaminação. As micotoxinas mais prevalentes nesta região foram DON e FUM e ZEN detectadas em 69%, 68% e 53% das amostras, respectivamente. A maior concentração máxima detectada no Oriente Médio foi de 8.841 ppb FUM e 4.801 DON.

África

Com 4 micotoxinas acima do limite de risco, a África do Sul enfrenta um alto risco de contaminação. DON, FUM e ZEN foram as micotoxinas mais prevalentes detectadas em 71%, 66% e 38% das amostras, respectivamente.

Conclusão

Esses resultados da Pesquisa de Micotoxina BIOMIN mostram que a ocorrência recente de micotoxina é bastante elevada. O problema da micotoxina pode ser abordado através de estratégias de gerenciamento de fazenda válidas e o uso de um desativador de micotoxina registrado cuja eficiência é cientificamente comprovada.

For further information contact the contributor:

Michele MUCCIO

Michele MUCCIO, MSc
Product Manager

BIOMIN Holding GmbH
Erber Campus 1
3131 Getzersdorf, Austria

Opens window for sending emailmichele.muccio(at)biomin.net